Ser Feliz: Positividade

 

A felicidade é o que todos nós lutamos para encontrar e manter, mesmo sendo algo tão vago. Ser feliz geralmente quer dizer sentires-te contente, alegre e perceber que a vida tem algum sentido. Ninguém é radiante o tempo todo, mas algumas pessoas são definitivamente mais realizadas do que outras. Vamos começar o nosso tema de hoje!

O primeiro passo é mudar a tua alma. A alma humana tem a péssima mania de se apegar às experiências negativas e esquecer as positivas. No entanto, é possível mudar a maneira  que a alma funciona, deixo aqui algumas maneiras de mudares a tua alma:

  • Aprende a Atenção Plena. A Atenção Plena tem muitos efeitos positivos no corpo. Foca a mente nas experiências vividas no momento presente sem julgá-las pode ajudar a ser mais bondoso consigo mesmo e com os outros.
  • Tenta meditar. Atividades que promovem a meditação como Ioga, Tai Chi ou reflexão espiritual podem mudar uma parte do cérebro chamada “ínsula”, responsável pela empatia. Desenvolver os músculos da empatia ajudará a levar uma vida mais feliz.

O segundo passo é Procurar  o lado positivo de todas as tuas experiências. Existe um ditado que diz “quem procura, acha” está certo e , por isso, começa a procurar o lado positivo das situações e fazer dele um hábito; isso não será bom só para a tua felicidade, mas para a tua saúde física também. Encara as experiências aparentemente negativas como aprendizagens.

O terceiro passo é cultivar o otimismo.  O otimismo é mais do que uma simples expectativa positiva; trata-se de um jeito de interpretar tudo que acontece connosco. O pessimismo é uma explicação para o mundo em termos imutáveis, globais e internos: “Tudo é uma porcaria”, “Eu não posso fazer nada para mudar isso”, “É tudo culpa minha”. Desenvolver uma atitude otimista significa pensar sobre ti mesmo e teu mundo pessoal de modo limitado e flexível.

O quarto passo é praticar a gratidão. Muitas pesquisas confirmam que a gratidão é boa para todos; ela reduz a ansiedade e a depressão, ajuda a tornares-te mais positivo/a, fortalece os relacionamentos e encoraja a compaixão. Também tem sido demonstrado que ela aumenta a sensação de felicidade. Algumas pessoas sentem gratidão naturalmente, mas também podes habituares-te a desenvolver uma “atitude grata”, não importa qual o teu nível nesse aspeto.

Outro passo é guardar as pequenas coisas felizes que acontecem durante o dia. Elas fazem a diferença. Podes até ter um diário e registar todos esses acontecimentos. Por exemplo, não ter apanhado trânsito na estrada, um passeio no parque com o teu animal de estimação. É provável que percebas que tens muito mais a agradecer do que imaginavas.

De seguida divide a tua gratidão com os outros. Uma palavra de agradecimento, mesmo breve, pode fazer com que alguém se sinta importante. Dividir a gratidão também é um bom modo de lembrar o que faz com que te sintas grato.

Ainda deves deixar que as coisas boas entrem. Simplesmente anotar os acontecimentos bons não é tudo;  tira tempo para realmente pensar neles e deixar que essas experiências entrem na tua memória. Diz conscientemente para ti mesmo “Este momento está a ser maravilhoso e eu quero me lembrar de como me sinto grato por ele.” Isso pode ajudar-te a guardá-lo na memória para quando os tempos estiverem difíceis.

De seguida deves de ter autocompaixão. Ser duro contigo mesmo ou ceder a pensamentos negativos pode fazer com que te sintas debilitado, infeliz e não promove melhorias; na realidade isso apenas nos impede de crescer e aprender. Em vez disso, demonstra a mesma gentileza e generosidade que terias por um amigo. Começa o teu dia com afirmações positivas, como “Hoje eu aceito-me  por ser quem sou” ou “Eu sou uma pessoa merecedora de amor e respeito”.

Por fim desafia os pensamentos negativos. Frequentemente somos os nossos piores críticos, é fácil cair na armadilha da autocrítica. Em vez disso, enfrenta os pensamentos negativos quando eles ocorrerem. Por exemplo, estás a fazer uma dieta e acabas-te por comer um chocolate, uma autocrítica possível seria “Eu comi aquele chocolate. Eu não presto para essa dieta”. Mude isso demonstrando autocompaixão diga de maneira diferente por exemplo: “Eu comi aquele chocolate eu sei que não deveria e para a próxima farei melhor para o evitar”

Consulta estes textos também para te ajudarem no caminho para a felicidade e a usares a positividade no teu dia a dia:

  1. O Segredo do Hoje
  2. Ser Positivo: “Abrir a Mente”
  3. Eliminar o STRESS: Relaxa a Mente
  4. Ser Positivo: “Ser Positivo”
  5. Ser Positivo: “Deixar o Negativismo”
  6. Limpar a Mente: Medita
Anúncios

5 Comments on “Ser Feliz: Positividade

  1. Pingback: Viver o Momento: Tempo Diferente – O Teu Bem-Estar

  2. Pingback: Expressar Gratidão: Para os Nossos – O Teu Bem-Estar

  3. Pingback: Ser Feliz: Interage – O Teu Bem-Estar

  4. Pingback: Ser Feliz: Dicas para a Felicidade – O Teu Bem-Estar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: