Escrever, Transformar & Ser Cap. I

Neste primeiro texto da nova rubrica “Escrever, Transformar e Ser”, quero-vos falar sobre a importância da escrita, como ferramenta terapêutica e como uma ferramenta que pode ajudar no reconhecimento, compreensão, acolhimento e aceitação das nossas emoções, sejam quais forem os processos emocionais que vivemos.

Já pensaram, alguma vez, que quando escrevem algo onde espelham o vosso sentir poderão estar a iniciar um processo terapêutico? Já pensaram que talvez usem a escrita terapêutica no vosso dia-a-dia, mas que possam precisar de refletir sobre esse mesmo processo?

Quando vos falo sobre escrita terapêutica, estou a falar de uma ferramenta muito importante onde além de escrever, se vive um processo de reflexão sobre o que escrevemos, para tomarmos consciência sobre as nossas emoções e podermos encontrar formas de gerir as mesmas. É importante gerirmos saudavelmente as nossas emoções para que possamos viver melhor, possamos cuidar da nossa saúde mental, emocional e claro está, da nossa saúde física, que sofre com todas as emoções que são reprimidas no nosso ser.

Um dos primeiros exercícios que aconselho a todas as pessoas que querem iniciar um processo terapêutico, através da escrita, é a escrita da Carta a mim mesmo, ou seja, uma carta escrita para nós mesmos, para podermos escrever tudo aquilo que queremos dizer a nós mesmos e que sentimos em relação à nossa Vida. De realçar que não existem emoções boas ou más, pois todas as emoções fazem parte de nós e precisam ser acolhidas de forma igual para podermos conviver com as mesmas de forma saudável.

Nesta Carta a mim mesmo é muito importante que sejamos mais sinceros connosco mesmos e que permitamos que as nossas emoções fluam naturalmente, sem juízos de valor, sem autocrítica, mas deixando fluir naturalmente o processo de escrita. Se estivermos a criticar o que estamos a escrever, estamos a impedir um processo emocional ao introduzir a razão nesta vertente terapêutica, pelo que o conselho é que não pensem em demasia, mas deixem sair as palavras que tiverem que sair, gostem ou não gostem delas, mas que fazem parte dos vossos processos emocionais.

Outro exercício que recomendo sempre para começar esta viagem terapêutica é a Carta ao meu eu futuro, ou seja, uma carta onde vãos escrever a nós mesmos, visionando como queremos ser e viver no futuro, tendo em conta tudo aquilo que hoje somos e que até escrevemos na primeira carta a nós mesmos. Poderá ser difícil nos vermos no futuro, quando existem ainda tantas dúvidas neste presente e tantas amarras no passado, mas ao escrevermos esta carta estamos a começar a viver um processo de desapego, a permitir que o nosso querer faça sentido e até ajudar a criar estratégias para alcançarmos os nossos objetivos e sermos quem queremos ser.

Com estas duas cartas, tão importantes para cada um de nós, estamos a começar um processo que não será fácil, que irá descobrir emoções há muito escondidas e ligadas a processos de vida que julgávamos estarem arrumados. Ao mesmo tempo irá levar-nos a um processo reflexivo, se nos permitirmos a tal, sem medo de enfrentar os nossos fantasmas, as nossas dores, os nossos demónios, para também podermos apreciar o que há de bom na nossa vida, reconhecermos as conquistas, as vitórias e valorizar o nosso Amor e o nosso Viver.

Querem começar esta viagem e descobrir um pouco mais sobre vocês mesmos, através das palavras? Querem acolher as vossas emoções, para saberem gerir as mesmas e não estarem constantemente em luta com elas?

Caros leitores vamos começar esta viagem através da elaboração destas duas cartas, para que com o tempo possamos nos dedicar a outros processos de escrita, a outras emoções, tendo como base as emoções de como nos sentimos agora e como nos queremos sentir no futuro. Estarei a caminhar e a viajar convosco.

Boa escrita e até à próxima semana.


Ricardo Fonseca

http://www.semeraremocoes.com

Uma opinião sobre “Escrever, Transformar & Ser Cap. I

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s