Me Before You

Meus amigos, cá estou eu de volta para vos falar de mais uma leitura, melhor dizendo, de duas leituras que nascem a partir do visionamento de um filme. (Um cadito estranho, admito, sobretudo, quando costuma ser o contrário)

Estas leituras em questão são particularmente especiais, pois surgiram de um almoço com a minha melhor amiga. Em uma das inúmeras conversas que tínhamos tido, ela falou-me de um filme que tinha visto no videoclube da Box.

Tanto ela como eu, trabalhamos por turnos (sim, tenho dois trabalhos) e quem trabalha por turnos reconhece o que vou escrever. Após uma noite de trabalho, quando se chega a casa, por mais cansados que estejamos, não se consegue dormir. Concordam, não concordam?  Por vezes, o único remédio que temos à nossa frente, enquanto esperamos pelo maldito sono que tarda em aparecer, é sentar em frente da TV, pegar no comando e esperar que venha o tão aguardado sono.

Certo dia, numa folga em comum, ela convidou-me para almoçarmos em casa dela e para ver o filme. Até me lembro que aquela semana era a última semana do filme nos Destaques da Box. O filme em questão chama-se Viver Depois de Ti (Me before You), que é baseado no romance, com o mesmo nome, da Jojo Moyes.

Confesso que ainda não li o livro em questão, pois tinha visto o filme. Sei que a leitura é sempre melhor que o filme, mas naquele caso, foi o filme que me levou a ler os restantes dois livros que completam a história iniciada em Viver Depois de Ti, nomeadamente, Viver sem Ti e O Meu Coração entre dois Mundos.

Estes três livros têm uma personagem em comum, a doce Louisa Clark, uma jovem senhora com um fantástico gosto pela moda que, de um dia para o outro, vê a sua vida mudar. É uma jovem sonhadora, que acredita no amor e que, inconsciente, acredita que todos temos um lugar no mundo, por mais pequeno que seja.

Como é que me senti após a leitura da história da Lou Clark?

O primeiro sentimento foi de inveja, pois adoraria ter a capacidade dela para ver o mundo como ela o vê. É uma pessoa que transpira bondade. Ela põe sempre as necessidades dos outros à frente das suas. Fá-lo quase por instinto, sem pensar nas consequências que possam advir daí. O que importa é ajudar quem mais precisa. E nas três histórias ela sempre ajudou quem precisou de ser ajudado por ela.

Ela também acabou por se curar, quer física, quer espiritualmente. Conseguiu sair das trevas em que mergulhou e renasceu, quase como uma Fénix. Atrevo-me a compará-la a um anjo, a um Ser de Luz, pois ela entrou nas vidas de quem precisava de ver que, afinal, o mundo não é assim tão escuro quanto parece.

Peço-vos que fechem os olhos e que pensem nas pessoas que têm à vossa volta. Conseguem identificar alguma Louisa Clark na vossa vida?

Eu sim…..

Deixem-me os vossos comentários. Adoraria saber a vossa opinião.

Não se esqueçam de ler e de voar ….

Abraços & Beijos

TCR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: