Conselho da Semana

Olá, a todos, como passaram esta semana? Espero que tenham passado bem! Esta segunda-feira vou-vos falar de uma história um pouco polémica que me aconteceu, mas se não tivesse acontecido, hoje em dia, não teria metade das coisas que construí. Vamos lá começar!

Desde sempre, fui um miúdo super tranquilo, sem criar muitas confusões e isso atraia sempre pessoas que me agitavam um pouco mas que no fundo me animavam e me davam novas perspetivas de vida.

Em 2015, iniciei o meu primeiro estágio curricular. Andei numa escola profissional onde tirei o curso de cozinha e pastelaria. Fui então estagiar para um super mercado.

Anúncios

O estágio era para durar cerca de dois meses, mas nós fazíamos sempre mais horas para o podermos terminar mais depressa. Contudo, as pessoas que estavam responsáveis por mim receberam uma nova chefe de secção, e nós , estagiários, fizemos o que qualquer pessoa faz. Dissemos que, caso necessite de algo, pode pedir que nós ajudamos.

Bem dito, bem certo. Não bastou muito para que as nossas manhãs a aprender a fazer bolos passassem a manhãs e tardes de limpeza. As minhas memórias do estágio foram basicamente limpar carrinhos para levar ao forno, o exaustores e a fábrica da pastelaria e da padaria

Certo dia, durante estas rotinas super agitadas, eu e a minha colega fomos limpar os carrinhos para levar ao forno para o cais. Que nesse sitio! Não havia problema, visto que estávamos a usar ácidos para limpar a ferrugem dos mesmos. Durante essa lavagem, derramou-se ácido em cima dos meus pés e queimei-os…

Sim, é verdade. Não senti dor, nem senti absolutamente nada… Só acreditei nisso quando estava no hospital a fazer a ficha de internamento. Foi ai que despertei para este mundo mais espiritual e agarrei-me muito a ele. E todos os dias durante aqueles três meses que tive internado eu agradecia pois pensava que poderia ser muito pior.

Enquanto muitos procuravam vingança pelo que me aconteceu, eu apenas queria sair do hospital. Se eu não tivesse os pés como os tenho hoje, possivelmente não teria o blogue, não teria os meus cursos, não teria nada, por isso agradeço toda esta história.

Para finalizar, o conselho para esta semana é: “Mesmo que tudo pareça escuro, existe sempre uma luz”. Esta foi a frase que uma enfermeira me disse e a qual guardei na minha memória. Por isso, guardem-na também.


Até Breve!

Francisco

%d bloggers like this: