Retrato de Família

Olá, meus amigos, cá nos encontramos para mais uma rubrica semanal. O livro escolhido para hoje chama-se Retrato de Família e é da autoria de Jojo Moyes. Achei pertinente falar-vos deste livro, porque no passado domingo foi domingo de Páscoa. A Páscoa, para além de assinalar a ressurreição de Cristo (para quem é católico), também é o tempo da família. E este livro vai ao encontro disso.

Ninguém pode dizer que tem uma família perfeita. Todos temos um elemento ou outro que gostaríamos de ver pelas costas. Há uma frase que costumo dizer muito, “Família não se escolhe, herda-se!”

O mesmo se verifica na família descrita neste livro.  Este conta-nos a história de três gerações de mulheres, Joy, Kate e sabine, avó, filha e neta, respetivamente.

Joy, uma mulher inglesa, viveu nas colónias orientais com os seus pais, onde conheceu Edward, o amor da sua vida. A relação desta com a sua mãe, Alice, era distante e fria. Alice, como todas as mulheres do seu tempo, tinha sido obrigada a casar-se com o pretendente escolhido pelo seu pai.

Edward pertencia à marinha e, como tal, andava embarcado. Mas Joy não se importava, porque, apesar de o amar verdadeiramente, conseguia manter a sua independência, uma das qualidades pelas quais Edward se apaixonara.

Quando Edward assentara, apareceram os filhos de ambos, Cristopher and Katherine. Ambas as gravidezes foram péssimas, sobretudo para Joy que vomitava e sofria de náuseas constantes.  Escusado será dizer que isto mudou a dinâmica do casal. Eles que viviam única e exclusivamente um para o outro, tiveram que se habituar a partilhar o seu “mundo” com os seus filhos.

Volvidos quarenta anos, Joy e Edward vivem numa quinta, na Irlanda. A relações destes com a filha Kate é fria e distante. Tudo porque esta engravidou aos dezasseis anos de Sabine. A gravidez não foi bem aceite pelos pais, o que a levou a ir viver para Londres.

Kate, uma freelancer de profissão, tem uma vida amorosa muito complicada, tal como a sua relação com a Sabine, a sua filha. Numa tentativa de a proteger, enquanto resolve mais uma das suas crises amorosas, manda Sabine ir passar as férias com os avós.

Após um conturbado período de adaptação, Sabine era vegetariana o que fazia muita confusão aos avós, consegue adaptar-se na perfeição à vida do campo, tornando-se ate uma perfeita amazona.

Contudo, Edward estava doente e o seu estado de saúde agrava-se. Joy liga para Kate a informá-la do estado de saúde de seu pai. Kate decide então viajar até à Irlanda e enfrentar um passado que se encontrava adormecido.

Tal como Sabine, ao início, Kate sentia-se deslocada e uma intrusa. Todos estes sentimentos fizeram com que a mágoa que sentia pelos seus pais viesse ao de cima. Joy e Kate não se tratavam como mãe e filha, o que fazia muita confusão a Sabine.

Com o desenrolar da história, Kate fica finalmente a saber que o casamento dos pais não fora tão maravilhoso quanto pensara. Aliás, foi durante a gestação da mesma, que Edward se envolveu com a nimah (termo oriental para empregada de casa), como quem teve um filho.

Em choque, Kate abraça a mãe e pergunta-lhe o porquê de se ter mantido com ele, após saber da sua traição, ao que esta responde que o amor que sentia por ele falou mais alto. Aqui percebemos de que fibra é feita esta mulher.

Edward acaba por falecer, como era esperado. A morte deste acabada por ter um efeito reconciliador, pois Joy e Kate acabam por enterrar o machado de guerra. Kate propõe a Sabine, cuja relação entre ambas melhorava de dia para dia, ficarem na Irlanda, o que esta assentiu prontamente.

Meus amigos, o que este livro nos mostra é que as mulheres são a verdadeira força motriz de uma família. São estas que as mantêm unidas e funcionais, mesmo em momentos de puro caos.

Apesar de nem sempre todos os elementos de uma família se darem bem, família é família, quer queiramos ou não. Se se vivem afastados da vossa, lembrem-se que a vida é muito efémera e, como tal, devemos enterrar os machados de guerra o quanto antes, para que não nos arrependamos mais tarde…

Até para a semana …

TCR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s