Adultério

Olá, meus amigos, como estão? Já chegámos a setembro! Como o tempo passa tão rápido!

O livro que hoje vos trago é de um dos meus autores de eleição, Paulo Coelho, e chama-se Adultério.

O modo como Paulo Coelho trata as suas personagens nas suas histórias é magistral e este não é exceção. Este livro conta-nos a história de Linda, uma jornalista de 31 anos, que aos olhos de todos tem uma vida de sonho. Bem casada, com um marido que a venera, tem filhos respeitadores e vive num dos países mais seguros do mundo, a Suiça.

Contudo, nem sempre o sonho corresponde à realidade, sobretudo quando Linda se começa a questionar quanto à rotina monótona em que a sua vida se transformou. Onde tudo parece acontecer sempre do mesmo modo. Tratar dos filhos, ir trabalhar e voltar a casa. A sua rotina diária é sempre a mesma.

Linda começa a suspeitar que poderá estar com uma depressão, pois só isso poderia explicar o estado letárgico em que se encontra.

Certo dia, o seu editor manda-a ir entrevistar um jovem político de seu nome Jacob Koning que tinha sido seu colega de escola. O que Linda não sabia é que esta entrevista iria mudar a sua vida. Jacob consegue ressuscitar em Linda algo que estava morto: a paixão!

Os dois, apesar de casados, envolvem-se. Este envolvimento durará ainda alguns meses. Nestes meses, Linda redescobre-se de um modo que nunca pensou acontecer. A sua vida pessoal, aos poucos, começa a melhorar. Linda consegue falar com o marido sobre as suas inquietações, nunca mencionando a traição. O marido, como sempre, fica ao seu lado, tentando ajudá-la no que for necessário. Poucos dias depois, Linda decide terminar a relação com Jacob, pois descobre que ele já fizera o seu papel na sua vida, ou seja, ajudá-la a reacender a chama da paixão. Linda sabia quem amava e esse alguém era o seu esposo e não Jacob.

Perto do natal, decidem voltar ao local onde se tiveram o primeiro encontro, ainda em solteiros. Apesar de não correr como o esperado, Linda e o esposo aventuram-se numa aula de parapente. Inicialmente, Linda estava relutante em participar, mas acedeu ao pedido do marido. Linda teve a experiência mais libertadora de sempre da sua vida, foi como se todos as suas dúvidas desaparecessem e ela descobrisse o caminho a percorrer.

Este livro, bem ao estilo de Paulo Coelho, dá-nos uma lição. Por vezes, temos de descer ao fundo do poço para nos reencontrar. Não concordo com a decisão tomada por Linda, contudo, não a posso criticar, porque não sei o que vai na sua cabeça nem no seu coração. Não a desculpo, porque a traição não é o caminho a seguir. Todavia, em tudo o que fazemos temos de sentir amor e paixão, pois estes são os combustíveis da vida. Sem eles, a vida torna-se rotineira e sem sentido.

Linda retrata algumas das mulheres que são bem sucedidas e bem casadas, mas a quem lhes falta o mais importante: o Amor!

Termino, deixando-vos uma frase que se encontra na contracapa: É melhor não viver do que não amar

Até daqui a quinze dias …

TCR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s