Laços que perduram

Olá, meus amigos, cá nos encontramos para mais uma rubrica nossa. O livro que hoje vos trago chama-se Laços que perduram e é da autoria de Nicholas Sparks.

Este livro fala de uma temática que, para mim enquanto mulher, é muito grave: a obsessão de um louco por uma mulher que não o quer.

 Conta-nos a história de Julie Barenson que fica viúva muita jovem. Jim morre de cancro e mesmo ausente decide dar-lhe uma última prenda de natal: o grand danois Singer que irá ser a sua companhia e o seu guardião. Além do cachorrinho, Jim faz-lhe uma promessa: que velará sempre por ela, onde quer que esteja.

Quatro anos após a morte de Jim, Julie decide começar a sair com outros homens, porque sabia que Jim queria que continuasse a sorrir. Após vários encontros, conhece Richard Franklin que parece ser o homem ideal: atencioso, amoroso e com um ótimo emprego. Ninguém suspeitaria que Richard esconderia um passado sombrio e uma personalidade diabólica.

Apesar de os encontros com Richard serem maravilhosos, Julie apercebe-se que não é com ele que quer refazer a sua vida, mas sim com o seu vizinho e melhor amigo de Jim, o Mike Harris. Desde muito tempo que Mike amava Julie, mas nunca o manifestou, pois ela era a esposa do seu melhor amigo. Certo dia, Julie regressa do salão de cabeleireiros onde trabalhava e encontra um problema doméstico em sua casa que a obriga a pedir auxílio a Mike. Pode-se dizer que foi o motivo de que Julie precisava para se aperceber que nutria sentimentos pelo Mike. Julie toma a iniciativa de o convidar para saírem e escusado será dizer que os dois se entendem. Julie decide então dizer a Richard que já não quer sair com ele. Richard não aceita bem a decisão e decide fazer de tudo para a conquistar (ênfase no fazer de tudo. Richard era um sociopata, de seu nome Robert Bonham, que já tinha sido casado com Jessica que morrera às suas mãos.)

À medida que a relação de Julie e Mike se vai tornando mais forte, Richard enlouquece ao ponto de seduzir a colega de salão de Julie, a Andrea. Os dois envolvem-se e Andrea acaba por descobrir o que não deve, o que obriga Richard a “tratar” dela. Encontrada por camionistas que rapidamente contactam a polícia, Andrea consegue ser levada para o hospital e, apesar de permanecer em estado critico, parece sobreviver.

Pete Gandy e Jennifer Romanello serão os detetives encarregues do caso de Andrea. Jennifer, que descendia de uma linhagem de policias, tinha um instinto muito apurado e consegue, após muitos altos e baixos, perceber que Richard não era o homem amoroso que aparentava. Após muitos telefonemas, descobre a sua verdadeira identidade e o seu passado macabro.

Julie e Mike sabem que não em segurança na pacata vila onde morram e Harry, irmão do Mike, aconselha-os a ficarem uns tempos na casa de praia que Harry toma conta. Não vendo outra solução, acabam por aceitar. Assim, Julie, Mike e Singer partem. Tudo estava a correr bem até que Richard consegue descobrir o local onde eles se escondem. Com o visual mudado e após ter trocado de carro, segue os detetives até ao local, sem estes se aperceberem, quando foram contar as últimas descobertas feitas. Pete acaba por ficar com o casal enquanto Jennifer regressa.

Mal eles desconfiavam que Richard já conhecia o atual paradeiro de Julie e poria o seu plano em marcha. Richard sabia que precisava neutralizar Singer, o grande protetor de Julie. Compra raticida e decide colocar em hambúrguers. Richard também conhecia a rotina de Julie e sabia que o cão gostava de dar um passeio de noite. Não foi muito difícil por o plano em prática. Singer come o veneno e começa a sentir-se mal. Julie começa a estranhar a demora de Singer e chama-o. Sem que este se manifeste, Mike decide procurá-lo, deixando Julie aos cuidados de Gandy. Quando encontra Singer, deitado e a tremer, grita por Julie que vai ao seu encontro. Pete, muito contrariado, decide também ir atrás dela. Chegando ao sítio, vêm que Singer não estava bem e Pete decide ir até casa ligar para uma clinica veterinária. Pete não contava com a presença de Richard que o neutralizou assim que colocou os pés em casa. Mike, ao estranhar a demora, decide ir ver de Gandy. Mike é baleado pela arma de Gandy que se encontrava na posse de Richard. Richard num ápice aparece junto de Julie.

Jennifer continua a examinar todas as provas e a conversa que teve com a irmã de Jessica não sai da sua cabeça. Após muito repensar, consegue descobrir que Richard roubara um carro, carro esse que tinha visto junto da casa onde Julie e Mike estavam escondidos. Mete-se à estrada e pelo caminho chama reforços, rezando para que consiga chegar a tempo.

Richard, completamente louco, tenta obrigar Julie a ir com ele, chamando-a de Jessica. Ao que parece, ambas eram muito parecidas fisicamente e pode ter sido esse o motivo que fez com que Richard se tornasse obsessivo e violento.

Richard não contava que Singer surgisse do escuro e o atacasse. Singer mordeu-o com todas as forças que ainda lhe restavam, mas foi em vão. Richard saca da arma e dá-lhe dois tiros. Julie fica em estado de choque com toda a situação. Quando Richard se levanta é baleado por Jennifer que conseguira chegar a tempo.

Dois meses depois, ainda com a memória fosca, Julie tenta relembrar-se daquela fatídica noite, a noite em que perdera o seu grande companheiro. Mike ainda estivera internado em estado crítico, mas conseguiu sobreviver sem mazelas.

Numa noite, enquanto Mike cozinhava, Julie vê a sombra de Jim, agora acompanhado por Singer, e aí ela relembra o que leu na carta: “E não te preocupes. De onde estiver, cuidarei de ti. Serei p teu anjo da guarda, querida. Podes contar comigo para te proteger.” Deste modo, podemos concluir que Singer cumpriu com o seu propósito, protegeu a sua dona com a sua própria vida.

Este livro retrata uma temática muito preocupante. Para além de nos mostrar que o verdadeiro amor tudo supera, fala-nos também do calvário que algumas mulheres passam quando rejeitam o companheiro, simplesmente por não nutrirem o mesmo tipo de sentimentos. Ninguém é de ninguém, e ninguém é obrigado a ficar com quem não ama. Um NÃO é não e o mundo não vai acabar por sermos rejeitados.

Até daqui a quinze dias …

TCR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s