Cura-te 💖

Olá, a todos, e sejam bem-vindos a mais um processo de cura! Voltamos a mais uma semana e esta como não poderia ser diferente é uma semana de CURA! Como já disse anteriormente esta rubrica é inspirada na grande pioneira do crescimento pessoal. Para quem não conhece, esta senhora é a grande Louise Hay!

Hoje vamos curar, porque cada doença física vem, de certa maneira, de um padrão que temos na nossa vida e é esse padrão que nos bloqueia e que nos transmite aquela doença. Louise Hay disse uma frase que nos traduz isso, que é “Sou saudável, pleno e completo”. Hoje, vamos falar sobre a Fadiga!

Anúncios

A fadiga pode ser descrita como uma falta de energia e de motivação, tanto física como mental. Pode afetar praticamente qualquer pessoa de um modo temporário. Nesses casos, é simples identificar a causa, tratá-la ou resolvê-la. A fadiga crónica tende a ser duradoura e mais profunda, além de atingir todos os aspetos da vida das pessoas, com importante impacto nas áreas emocional e psicológica.

Importa não confundir fadiga com sonolência, embora a primeira se possa acompanhar de vontade de dormir. No caso crónico, para além do sono, identifica-se uma ausência de motivação para fazer seja o que for. Com frequência, esta perturbação é um sintoma de um problema médico que deve ser diagnosticado e tratado. Na maioria dos casos a sua origem reside num ou mais hábitos ou rotinas que podem ser identificados e modificados.

Embora seja difícil avaliar quantas pessoas sofrem de fadiga crónica ou fibromialgia, sabe-se que afeta cerca de 2% a 8% da população adulta. Sendo que entre ela, 80% a 90% são mulheres com idade entre os 30 e os 50 anos.

Anúncios

Ao avançarmos nesta causa, Louise Hey desenvolveu uma lista que devemos fazer antes de qualquer coisa. Deixo-vos aqui esta lista de conselhos antes de tratarmos os Fadiga!

  1. Procurar a causa mental. Verificar se ela é verdadeira para ti. Se não for, senta-te serenamente e pergunta-te: “Que pensamentos poderiam ter criado isto?”
  2. Repete para ti mesmo: “Estou disposto a eliminar o padrão que criou esta situação na minha consciência”
  3. Repete várias vezes o novo padrão de pensamento
  4. Assume que já te encontras num processo de cura.

Estas são as dicas da nossa Louise Hey para eliminarmos o padrão que nos está a transmitir esta doença física! Contudo, estes mal-estares podem ter ocorrido no passado ou pode ser uma coisa recente, pois o seu padrão ainda não foi eliminado!

Fadiga

  • Causa Provável
    • Resistência. Tédio. Falta de amor pelo que faz.
  • O Novo Padrão de Pensamento
    • “Tenho entusiasmo pela vida e estou cheio de energia e vitalidade.”

Com este método aprendemos a dizer ao nosso corpo físico que está tudo bem, e assim curamos o nosso corpo espiritual, para não dizer, que eliminamos padrões antigos! Se quiseres ver alguma doença discutida em particular, menciona nos comentários ou envia-nos mensagem privada!


Até para a Semana & Cura-te

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s