Cura-te 💖

Olá, a todos, e sejam bem-vindos a mais um processo de cura! Mais uma semana e mais uma doença pronta para ser tratada e futuramente curada. Como já disse anteriormente esta rubrica é inspirada na grande pioneira do crescimento pessoal. Para quem não conhece, esta senhora é a grande Louise Hay!

Hoje vamos curar, porque cada doença física vem, de certa maneira, de um padrão que temos na nossa vida e é esse padrão que nos bloqueia e que nos transmite aquela doença. Louise Hay disse uma frase que nos traduz isso, que é “Sou saudável, pleno e completo”. Hoje, vamos aborda os pés, mais especificamente o tornozelo, segundo o método da Louise Hay!

Anúncios

A cartilagem da articulação do tornozelo apresenta uma superfície suave e firme que permite movimentos suaves. A lesão dessa cartilagem pode conduzir a uma lesão das superfícies articulares.

As lesões da cartilagem do tornozelo podem resultar de um traumatismo ou de um processo degenerativo.

No jovem, os traumatismos ocorrem em desportos como o futebol ou andebol, muitas vezes com entorse associada, e, nestes casos, um fragmento de cartilagem (1 a 2 cm de diâmetro) destaca-se da restante superfície, permanecendo os seus bordos intactos. Desde que o osso esteja íntegro e exista boa capacidade de regeneração, este tipo de lesão responde muito bem ao tratamento.

As lesões degenerativas, resultantes de um stress continuado ao longo de muito tempo, têm uma evolução mais desfavorável. Nestes casos, ocorre inicialmente um amolecimento da cartilagem, com formação de fissuras, redução da espessura da cartilagem que se torna frágil e friável.

Quando este processo se instala, uma recuperação espontânea deixa de ser possível. Embora nem sempre a dor seja significativa, estas situações são graves e devem ser tratadas nas suas fases iniciais. Nas fases mais avançadas, o tratamento da lesão e o alívio da dor obrigam, com frequência, ao recurso a próteses articulares

Anúncios

Ao avançarmos nesta causa, Louise Hey desenvolveu uma lista que devemos fazer antes de qualquer coisa. Deixo-vos aqui esta lista de conselhos antes de tratarmos Tornezelo.

  1. Procurar a causa mental. Verificar se ela é verdadeira para ti. Se não for, senta-te serenamente e pergunta-te: “Que pensamentos poderiam ter criado isto?”
  2. Repete para ti mesmo: “Estou disposto a eliminar o padrão que criou esta situação na minha consciência”
  3. Repete várias vezes o novo padrão de pensamento
  4. Assume que já te encontras num processo de cura.

Estas são as dicas da nossa Louise Hey para eliminarmos o padrão que nos está a transmitir esta doença física! Contudo, estes mal-estares podem ter ocorrido no passado ou pode ser uma coisa recente, pois o seu padrão ainda não foi eliminado!

Anúncios

Tornozelos

  • Causa Provável
    • Representa mobilidade e direção.
  • O Novo Padrão de Pensamento
    • “Avanço com facilidade na vida.

Com este método aprendemos a dizer ao nosso corpo físico que está tudo bem, e assim curamos o nosso corpo espiritual, para não dizer que eliminamos padrões antigos! Se quiseres ver alguma doença discutida em particular, menciona nos comentários ou envia-nos mensagem privada!


Até para a Semana & Cura-te

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s