Cada Pessoa é um espelho: Aprende com Eles!

Quero que pares o caos e o movimento infinito na tua vida por um momento e respira fundo. Enquanto estás a inspirar, deixa os teus pensamentos voarem para todas as pessoas na tua vida, não importa quantas delas existam. Não importa. Ao expirar, começa a navegar nas tuas emoções e pensa em cada uma dessas pessoas.

Anúncios

Agora diz-me, o que estás a experenciaste? Podes sentir emoções agradáveis como amor, segurança, admiração e respeito. Por outro lado, podes ter sentido ódio, ciúme, dor, medo, raiva, agitação, frustração e vergonha.

Embora estejamos propensos a ver um conjunto de emoções como bom e outro espectro como mau, quero que aceites cada emoção que aparecer. Apenas deixa todas elas existirem.

Não Pares de julgar. Deixe fluir para cima e para baixo. A Minha experiência ensinou que o julgamento é crucial quando se trata de desenvolvimento e crescimento espiritual.

Anúncios

Então, a única coisa que todos nós precisamos de lembrar é que cada pessoa que encontramos na vida é o nosso espelho. Todos eles refletem alguma característica essencial da nossa existência. Essas pessoas são um reflexo; os nossos maiores professores. Da maneira como os tratamos, simplesmente retratamos o relacionamento que temos conosco.

Então, porque não paras um minuto e pensas sobre todas as coisas que gostas ou não gostas nas outras pessoas? Vai até ao fundo, vê o quadro geral e perceberás que o que gostas ou não gostas nas outras pessoas é na verdade o que aprovas ou desaprovas em si mesmo.

Anúncios

Se eu não gosto de ti porque estás com raiva o tempo todo, não gosto de mim mesmo por sentir raiva da sua raiva.

Se eu o censuro por me tratar mal, eu me censuro por me tratar mal. Vês agora que toda ação externa correlaciona com a sua contraparte interna e vice-versa?

Cada pessoa na nossa vida é um professor em potencial. Essas são algumas das lições que podes aprender com as emoções negativas que as pessoas provocam em ti.

Anúncios
  • Raiva: Eu preciso ver mais além.
  • Luto: Eu preciso aprender a aceitar a vida e reconectar-me com meu centro.
  • Medo: eu preciso de aceitar que não posso controlar tudo.
  • Ódio: Eu preciso dar a mim mesmo amor e perdão, para que eu possa dar aos outros.
  • Vergonha: Eu preciso explorar o meu lado sombrio e o que suprimi.
  • Culpa: Eu preciso assumir a responsabilidade.
  • Ciúme: Preciso de respeitar a situação em que me encontro.
  • Culpa: Eu preciso introspectar e ver onde e por que perdi o contato com a verdade.
  • Irritabilidade: Eu preciso respeitar as necessidades das outras pessoas enquanto estou respeitando as minhas.
Anúncios

No final do dia, o crescimento espiritual e o desenvolvimento da nossa alma dependem de como percebemos e reagimos às pessoas em nossas vidas.

Depois de aprender que é um estudante da vida, deixarás de ser uma vítima das circunstâncias.

Anúncios
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s